EL MARUJO PORTUGUES Y LA ROSINHA DOS LIMÔES

No es que pretenda liar al marujo y a la Rosinha pero, tengo la gran duda (y cuanto más escucho más dudo) de si serán o no el mismo fado. Ambos de Artur Ribeiro y el “Marujo” con letra de Linhares Barbosa (en algún sitio he leído que la letra es de Amália).

Espero que alguien me saque de mi ignorancia sobre este tema. En cualquier caso, os dejo la versión de Maria da Fé, que me encanta, como todo lo que canta esta mujer.



MARUJO PORTUGUES

Quando ele passa, o marujo português
Não anda, passa a bailar, como ao sabor das marés
E quando se jinga, põe tal jeito, faz tal proa
Só para que se não distinga
Se é corpo humano ou canoa
Chega a Lisboa, salta do barco num salto
Vai parar à Madragoa ou então ao Bairro Alto
Entra em Alfama e faz de Alfama o convés
Há sempre um Vasco da Gama num marujo portugués
Quando ele passa com seu alcache vistoso
Tráz sempre pedras de sal no olhar malicioso
Põe com malicia a sua boina maruja
Mas se inventa uma carícia, não há mulher que lhe fuja
Uma madeixa de cabelo descomposta
Pode até ser a fateixa de que uma varina gosta
Sempre que passa um marujo português
Passa o mar numa ameaça de carinhosas marés
Sempre que passa um marujo português
Passa o mar numa ameaça de carinhosas marés

Comentarios

Cheno ha dicho que…
Um marujo português
La letra es de Linhares Barbosa y yo también creo que la música de Arthur Ribeiro es la misma que la de la Rosinha aunque no tengo constancia escrita.
Volveríamos al debatido tema de las mismas melodías aplicadas a letras distintas.
Un saludo. Eugenio/Cheno

Entradas populares de este blog

Con Aldina y Raquel en el infierno de Madrid

"DON SABELOTODO" (Relato picante con moraleja)

Catarina Rocha y su Viseu.