sábado, junio 05, 2010

FESTAS DE LISBOA : FIESTA GRANDE DEL FADO

Solo hay que repasar el programa por encima para darse cuenta de la suerte que tienen los lisboetas con sus fiestas.

¡Quem me dera que eu fosse alfacinha................!

A Festa do Fado tem-se afirmado como um dos projectos mais representativos das Festas de Lisboa, criando raízes e uma regularidade que tem possibilitado uma adesão crescente de público nacional e estrangeiro.

Em 2010, na sua 7ª edição, para além dos concertos habituais apresentados na Praça de Armas do Castelo de São Jorge, e da extensão ao Museu do Fado, a Festa do Fado inclui ainda: as Noites de Fado no Chapitô e na Fábrica do Braço de Prata, e os fins de tarde ao Domingo na Igreja de Santo Estêvão.

Pôr-do-Fado abre esta grande festa da melancolia e da saudade com uma carta branca entregue a José Manuel Neto. O guitarrista mais importante da actualidade convida cantores a acompanhar as melodias inconfundíveis da sua guitarra portuguesa todas as quintas-feiras, às 19h. Camané (3 de Junho), Aldina Duarte (10 de Junho), Maria Amélia Proença (17 de Junho) e Rão Kyao (24 de Junho) marcarão presença nestes encontros.
O Fado no Castelo apresenta, às sextas e sábados às 22h, uma programação que cruza fado e outros géneros musicais:

•Cristina Branco convida João Paulo Esteves e Carlos Bica (4 de Junho),

•Naifa convida Celeste Rodrigues (5 de Junho),

•Pedro Moutinho canta com Tiago Bettencourt (11 de Junho),

•Paulo de Carvalho convida Ana Sofia Varela (18 de Junho),

•João Ferreira Rosa, Maria da Fé, Beatriz da Conceição e Maria da Nazaré convidam Argentina Santos (19 de Junho)

•Ricardo Parreira ao lado de cantores de Coimbra, o Prof. Machado Soares, o Dr. Luís Góis e António Ataíde (25 de Junho),

•Kátia Guerreiro & Marisa Liz (26 de Junho).

Noites de Fado na Fábrica Braço de Prata apresenta semanalmente, aos sábados, às 22h, três músicos - Ricardo Parreira, Marco Oliveiras e Yami - e um fadista - Hélder Moutinho – que propõem uma “Jam Session Fadista”, um momento musical em que a espontaneidade será uma prioridade.
No Adro da Igreja é o espectáculo proposto para o Miradouro de Santo Estêvão, nos domingos 6, 20 e 27 de Junho, às 19h com o fadista Rodrigo e os músicos Fernando Silva, Jaime Santos e António Moliças.
Há ainda Noites do Fado do Chapitô, às terças-feiras (8, 15 e 22 de Junho, às 23h) no bar Bartô. Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) acompanham as mais diversas vozes do Fado Tradicional.
Este ano o cinema também se junta à Festa do Fado, com a exibição em estreia nacional do filme Fado Celeste de Diogo Varela Silva, na Segunda, 7 de Junho, às 22h, no Cinema São Jorge. O filme retrata os 65 anos de carreira de Celeste Rodrigues.
A Festa do Fado conta ainda com a exposição O Fado e a República, patente no Museu do Fado e na Sociedade Nacional de Belas Artes (de Junho a Agosto, de terça a domingo, das 10h Às 18h), que parte da obra O Fado de José Malhoa (1910), primeiro presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes.
www.sonsvadios.blogspot.com/

No hay comentarios: